GRANDE PRÊMIO PIRELLI DA GRÃ-BRETANHA DE FÓRMULA 1 2020

A Renault DP World F1 Team terminou o Grande Prêmio Pirelli da Grã-Bretanha de forma espetacular, com o quarto lugar de Daniel Ricciardo e a sexta posição da Esteban Ocon após um final emocionante em Silverstone.
 
A equipe se preparava para acumular bons pontos com Daniel e Esteban respectivamente em sexto e oitavo com a aproximação do final da corrida. Mas quando os destroços espalhados na pista do setor dois provocaram furos nos pneus de Valtteri Bottas e Carlos Sainz, nossos dois pilotos aproveitaram para avançar no pelotão. Daniel também aproveitou para ultrapassar Lando Norris pouco antes dos incidentes, terminando a apenas 1,1 s do pódio.

O quarto lugar de Daniel se iguala ao seu melhor resultado correndo com as cores da Renault e sua performance no Grande Prêmio da Itália de 2019, enquanto que Esteban teve sua melhor atuação na Fórmula 1 desde o Grande Prêmio da Itália de 2018.

Partindo para o ataque logo que largou da oitava fileira, Daniel conquistou duas posições, subindo para o sexto lugar. Esteban também fez uma excelente largada, ficando perto de Daniel nas duas primeiras curvas, antes ficar em nono no final da primeira volta.

Após a primeira atuação do carro de segurança, os dois pilotos continuaram na pista com pneus macios até a segunda neutralização da prova na décima segunda volta. A equipe aproveitou para fazer duas paradas em sequência. Daniel colocou pneus duros e Esteban fez o mesmo, perdendo um mínimo de tempo graças à eficiência e reatividade da equipe nos boxes.

A briga se manteve acirrada entre a quinta e a décima posição do pelotão durante toda a corrida, com Daniel e Esteban mostrando um ritmo sólido, para conquistar ainda mais pontos.

Esteban conseguiu roubar o oitavo lugar de Lance Stroll antes dos pneus furados de Bottas e Sainz, enquanto que Daniel fez uma manobra estratégica para ficar com a quarta posição de Norris.

Daniel Ricciardo – Largada: 8º – Chegada: 4º
“O final da prova foi meio maluco, mas é muito bacana terminar em quarto lugar. Fizemos uma boa largada e logo passamos para o sexto lugar, mostrando um bom ritmo. Com a retomada da prova, fiquei perto do Carlos (Sainz), mas não muito, e isso abriu caminho para o Lando (Norris). Foi um pouco frustrante, mas no final das contas conseguimos ultrapassá-los. A corrida foi realmente emocionante e intensa. Tivemos um pouco mais de ritmo nas últimas voltas e pude ultrapassar o Lando antes do problema do Carlos. Consegui me aproximar do Charles (Leclerc) e poderíamos ter chegado ao pódio com mais algumas voltas! Teremos outra chance na semana que vem. Acabamos sendo um pouco beneficiados pelo caos, mas estávamos claramente entre os seis melhores carros neste domingo e isso é muito bom.”

Esteban Ocon – Largada: 9º – Chegada: 6º
“Estou muito feliz com o resultado da equipe. Foi muito divertido na pista, com muitas ultrapassagens, belas batalhas e um resultado fantástico no final. Acho que mostramos neste domingo a que ponto nosso carro é rápido na corrida. Foi realmente incrível e a escuderia teve uma excelente performance. Isso é resultado do trabalho incansável de todo mundo em Enstone e Viry, desde que deixamos Budapest até chegar a Silverstone. Trocamos muitas ideias e tudo isso contribuiu de verdade para o resultado que conquistamos hoje. Isso também demonstra que uma qualificação melhor facilita a nossa vida no dia da prova. Teremos outra oportunidade de partir para a briga na semana que vem.”

Cyril Abiteboul, Diretor da Equipe
“Este é um excelente resultado do ponto de vista da equipe e um de nossos melhores desde que retornamos à F1. É incrível termos conquistado isso em Silverstone, que é um templo do Campeonato Mundial de Fórmula 1 e uma das corridas em que a escuderia corre em casa. É claro que contamos com um pouco de ajuda no final para galgar mais lugares, mas isso não deixa de ser resultado da excelente performance da equipe durante todo o fim de semana. Fizemos bons testes na sexta e conseguimos nos preparar bem para as qualificações, com nossos dois carros entre os dez primeiros e aprendendo como manter os pneus duros por mais tempo na corrida. Neste domingo, os dois pilotos fizeram uma excelente primeira volta para ter uma boa posição na pista, e decidimos colocar os pneus duros nos dois carros sob a atuação do carro de segurança, com um excelente trabalho da equipe dos boxes. Também tivemos uma excelente confiabilidade, um ponto que é sempre importante quando as corridas são tão movimentadas quanto esta. Após as dificuldades com o carro em alguns circuitos, o traçado de Silverstone confirma as forças e fraquezas do nosso monoposto. Precisamos continuar trabalhando principalmente as curvas rápidas, pois este é nosso ponto fraco em comparação com nossos rivais diretos. Avançamos, mas não devemos perder de vista nem nossos concorrentes diretos e nem o nível de competitividade da Mercedes, em qualquer situação.”

Foto: Renault do Brasil

Por: Sala de Imprensa Renault do Brasil

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*